Várias organizações representativas dos jornalistas e trabalhadores do grupo Controlinveste convocaram uma vigília para dia 07 de julho, às 18:30, em Lisboa e Porto, em protesto contra o anunciado despedimento coletivo de 140 profissionais.

As concentrações estão marcadas para junto dos edifícios do Diário de Notícias, em Lisboa, e Jornal de Notícias, no Porto.

A Controlinveste anunciou a intenção de fazer um despedimento coletivo de 140 trabalhadores, dos quais 64 jornalistas, dos meios Jornal de Notícias, Diário de Notícias, O Jogo, TSF, Global Imagens e Notícias Magazine.

Em comunicado, aquelas organizações apelam à participação na vigília de jornalistas, trabalhadores do sector da comunicação social, associações culturais e cívicas, movimento sindical, movimentos e organizações sociais, intelectuais e cidadãos em geral.

Os promotores adiantaram que com esta iniciativa visam manifestar-se contra o despedimento «brutal», o «enfraquecimento» daqueles meios, o «ataque ao pluralismo informativo» e o «violento ataque à Democracia».