O Montepio reviu ligeiramente em baixa as estimativas do crescimento económico no último trimestre de 2014, esperando que o PIB tenha crescido 0,4%, devido a «comportamentos bastante desfavoráveis» da atividade retalhista e industrial nesse período.

No semanal de economia e mercados, o Departamento de Estudos Económicos do banco Montepio afirma que «o mau final do quarto trimestre de 2014 da atividade retalhista e industrial levou a rever ligeiramente em baixa a estimativa de crescimento do PIB [Produto Interno Bruto], de 0,5% para 0,4%».

Os analistas explicam que a leitura de dezembro das vendas a retalho deu conta de um «forte decréscimo mensal de 3,8%», enquanto a produção industrial «observou um forte decréscimo mensal, de 2,6%».