O Conselho de Administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou que deliberou "a exclusão de negociação em mercado regulamentado das ações e dos instrumentos de dívida perpétua" do Banco Espírito Santo (BES).

Em comunicado divulgado esta segunda-feira, a CMVM recorda que tendo em conta a resolução sobre o BES, tomada pelo Banco de Portugal a 03 de agosto de 2014, a suspensão de negociação das ações e instrumentos de dívida perpétua "foi sucessivamente prorrogada" por decisão da entidade supervisora pelo prazo de 10 dias úteis, "tendo por base as informações que esta entidade dispunha a cada momento".

A 18 de janeiro, a CMVM tinha prolongado a suspensão da negociação por mais 10 dias úteis.