A Comissão de Fiscalização do Sporting decidiu suspender Bruno de Carvalho de sócio do clube por um ano, apurou a TVI.

No âmbito do processo disciplinar que corria desde 13 de junho, o presidente destituído fica suspenso (já estava preventivamente), algo que o afastará da corrida às eleições de 8 de setembro. Bruno de Carvalho ainda não foi notificado da decisão, mas será em breve.

Carlos Vieira, elemento que esteve com Bruno de Carvalho até à destituição da direção e que era agora também candidato às eleições, ficará suspenso por 10 meses e assim fora da corrida à presidência.

Os outros membros do Conselho Diretivo destituído que ficam suspensos são Alexandre Godinho, que integra a nova lista de Bruno de Carvalho, Rui Caeiro, José Quintela, Luís Roque e Luís Gestas, que permaneceram ao lado de Carlos Vieira na putativa candidatura.