A 12ª etapa do Dakar (Fiambalá/Chilecito/San Juan) será mais curta para os pilotos que competem de moto e quads. O mau tempo que afeta a zona da partida impede a descolagem dos helicópteros, comprometendo a segurança dos concorrentes.

"A previsão de mau tempo na região de Fiambalá, amanhã (quinta-feira, 18 de janeiro), não permitirá que os helicópteros levantem e assegurem a segurança no arranque da etapa para as motos e quads", justificou a organização do Dakar. "A rota permanece inalterada para os automóveis e camiões", asseguraram.

A especial cronometrada que contava inicialmente com 375 km, passa assim a ter 288 km.