O lendário Rali Safari do Quénia pode regressar ao calendário oficial do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) em 2020, segundo o acordo assinado agora entre os organizadores e o Governo queniano e celebrado na presença do presidente da FIA Jean Todt.

O acordo assinado revela a vontade do regresso da prova do Quénia ao Campeonato do Mundo de Ralis e dessa forma voltar a colocar o continente africano no calendário do WRC.

Já em 2019, o Rali Safari vai realizar-se em março ou abril para que possa assumir o estatuto de evento candidato de forma a que seja alvo de uma analise pelos responsáveis da FIA e da organização do WRC, e assim integrado no calendário do mundial de 2020 e por um período de três anos.

Recorde-se que o Rali Safari fez parte pela última vez do Campeonato do Mundo de Ralis em 2002.