O sector privado nos Estados Unidos destruiu 697.000 empregos em Fevereiro, segundo dados do gabinete de consultadoria em recursos humanos ADP publicados esta quarta-feira.

O número é superior às previsões dos analistas consultados pela agência noticiosa Bloomberg que apontavam para a perda líquida de 630.000 empregos.

A ADP reviu também em alta os números de Janeiro para 614.000 contra os 522.000 antes anunciados.

Segundo a consultora, o sector dos serviços, que assegura cerca de 85 por cento do emprego não agrícola nos Estados unidos, perdeu 359.000 postos em Fevereiro. O emprego recuou também na indústria e na construção onde 338.000 postos foram suprimidos.