O ator norte-americano Johnny Depp foi, esta sexta-feira, proibido por um tribunal de Los Angeles, Estados Unidos, de se aproximar da mulher, a atriz Amber Heard, que pediu o divórcio e o acusou de violência doméstica.

Segundo um porta-voz do tribunal de Los Angeles, o “juiz emitiu uma ordem”, a pedido da atriz de 30 anos, que proíbe o Johnny Depp de se aproximar da mulher.

A atriz, que apareceu hoje no tribunal com nódoas negras na cara, pediu o divórcio e uma pensão de alimentos no início da semana, após 15 meses de casamento.