Estreia hoje no IndieLisboa 2018, o filme "O Processo", da cineasta Maria Augusta Ramos, que retrata os meandros da política brasileira, nomeadamente "as traições" e os "interesses nos bastidores do Congresso" durante o processo impeachment, que levou à destituição da ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff

Tal como refere a organização do Festival, este filme "é um thriller onde o que interessa não é tanto o desfecho (a destituição da presidente Dilma Rousseff), mas sim compreender de que forma se deu o dito "golpe". 

A realizadora do documentário, Maria Augusta Ramos, acompanhou a equipa de defesa da ex-presidente brasileira durante meses e estará hoje presente na estreia do filme, que irá decorrer na Sala Manoel de Oliveira, no Cinema de São Jorge, às 18:30 horas. 

 

 

Esta é já a 15ª edição do IndieLisboa, também designado de Festival Internacional de Cinema Independente de Lisboa, onde habitualmente são apresentados centenas de filmes (muitos deles portugueses), além de vários debates, workshops, concertos e outro tipo de espetáculos. 

O forte compromisso do IndieLisboa com o cinema português vem desde a sua primeira edição e nunca deixou de tentar encontrar novas formas de apoiar a produção e a divulgação da nossa produção." lê-se na página do Festival. 

Recorde-se que a edição deste ano arrancou a 26 de Abril e terminará no próximo dia 6 de Maio.