A atriz Camila Pitanga deu a primeira entrevista, exibida este domingo à noite no programa “Fantástico”, da Globo, sobre o acidente que vitimou o colega de trabalho e amigo Domingos Montagner. O ator morreu na última quinta-feira, vítima de um afogamento no Rio São Francisco, em Canindé de São Francisco, no estado brasileiro de Sergipe.

Os dois atores aproveitaram um intervalo na gravações de “Velho Chico”, onde faziam par romântico, para dar um mergulho no rio e acabaram arrastados pela corrente. Camila Pitanga conseguiu subir para uma pedra e salvar-se, mas Domingos Montagner foi arrastado. O ator foi sepultado este sábado.

Em nenhum momento ele me pegou, [em nenhum momento] ele me agarrou. Ele me salvou. Eu acho que ele sabia o que estava acontecendo e me deu uma oportunidade de viver, me deu essa chance. Foi uma coisa muito generosa", disse a atriz, emocionada, na entrevista ao “Fantástico”.

 

É uma segunda chance de poder estar com os meus amigos, de estar com a minha filha, de viver, e eu vou honrar isso", prometeu.

A atriz relata os últimos minutos do ator: "Eu vi o último olhar dele. Ele não queria ir porque estava cheio de vida, cheio de projetos, amado por uma família linda que eu tive oportunidade de conhecer. Eles foram extremamente generosos comigo, porque é muito duro você ser testemunha disso.”

Eu comecei a gritar socorro. Foi quando ele submergiu pela primeira vez. Muito estranho, porque o natural seria fazer isso (simula os movimentos com os braços para nadar). Ele aparentava estar paralisado”, continua a atriz.

Foi a atriz que deu o alerta para o afogamento, antes de ser resgatada do meio do rio por pescadores. A produção deu, de imediato, início às buscas, mas Domingos foi resgatado já sem vida poucas horas depois.