O Parlamento Europeu atribuiu o prémio de cinema Lux 2014 ao filme «Ida», de Pawl Pawlikowski, uma produção polaco-dinamarquesa já distinguida com os principais prémios da Academia Europeia de Cinema, anunciou esta quarta-feira, em Estrasburgo, o presidente da assembleia.

«Ida» é um filme de época que se passa na Polónia comunista, em 1962, e retrata a vida de Anna, que está prestes a celebrar os votos religiosos, mas que, entretanto, descobre o seu passado e os muitos segredos que ele contém.

O filme já foi distinguido, no passado domingo, com os principais prémios da Academia Europeia de Cinema, nomeadamente «Melhor Filme», «Melhor Realizador» e «Melhor Argumento».

Os outros filmes finalistas ao Prémio Lux 2014 eram «O Inimigo da Classe», de Rok Biček (Eslovénia), e «Raparigas», de Céline Sciamma (França).

O prémio Lux foi criado em 2007 pelo Parlamento Europeu e é atribuído anualmente, com o objetivo de promover os filmes produzidos na Europa que contribuam para fomentar a identidade e a diversidade cultural europeias.

Os filmes finalistas são legendados nas 24 línguas oficiais da UE, com financiamento do Parlamento Europeu, e são projetados em salas de cinemas em todos os 28 Estados-Membros durante os «Lux Film Days».

O filme vencedor é escolhido pelos eurodeputados que participam na votação realizada nas semanas que antecedem a entrega do prémio.