Os pais do ator de Star Trek Anton Yelchin processaram o fabricante da Jeep - a Fiat Chrysler -por causa do acidente que lhes roubou o filho, noticia a Sky News.

Victor e Irina Yelchin apresentaram, na terça-feira, uma uma ação judicial contra a empresa americana de automóveis pela morte do ator russo, onde acusam a Fiat Chrysler de negligência e responsabilizam a fabricante alegando que a caixa de velocidade do veículo tinha defeito.

"Anton Yelchin foi esmagado e ficou encurralado vivo durante algum tempo, preso e sufocado até à sua morte", pode ler-se na queixa apresentada. 

Em conferência de imprensa, o pai do ator explica que apresentaram a queixa para "prevenir que outras famílias sofram a mesma tragédia".

Anton era o nosso único filho. Era um extraordinário ser humano, muito modesto, muito simples, muito honesto, generoso e carinhoso. É errado, é contra a natureza humana que os pais enterrem os seus filhos. É por isso que esperamos que este processo faça que com que mais nenhuma família passe pelo mesmo inferno que nós estamos a viver".

Não se sabe qual o valor pedido pelos pais de Anton Yelchin. A Fiat Chrysler ainda não reagiu ao processo.

Anton morreu, a 19 de junho, depois de ter sido colhido pelo próprio carro e projetado contra a parede de sua casa em San Fernando Valley, em Los Angeles. O corpo do ator foi encontrado por amigos horas mais tarde. O carro, que ainda estava a funcionar e em ponto morto, encontrava-se numa zona inclinada.