Os novos filmes de Wim Wenders e Benoît Jacquot, produzidos pelo português Paulo Branco, foram selecionados para o Festival de Veneza.

“Os Belos Dias de Aranjuez”, primeiro filme de Wim Wenders rodado em França e realizado a partir da obra homónima do escritor Peter Handke integra a competição do prestigiado festival italiano, apresentando-se como candidato ao Leão de Ouro, e será exibido na sua versão 3D. 

Os protagonistas da história são os atores Reda Kateb (vencedor de um César como Melhor Actor Secundário em 2015) e Sophie Semin. Do elenco fazem ainda parte Jens Harzer e o músico Nick Cave.

A direção de fotografia do filme está a cargo de Benoît Debie, responsável pela cinematografia de filmes como “Spring Breakers: viagem de finalistas” (2012) de Harmony Korine ou “Lost River” (2014), de Ryan Gosling.

Quanto ao filme de Benoît Jacquot, “Á Jamais”, adapta o romance de Don Delillo, “The Body Artist”, e conta com a participação dos atores portugueses Vitória Guerra, José Neto, Elmano Sancho e Rui Morisson.

Na equipa técnica do filme, maioritariamente portuguesa, destacam-se Paula Szabo como chefe decoradora, Blue (Nuno Esteves) como caracterizador e Ana Pinhão Moura como Diretora de Produção.