Dezasseis anos depois desde o início do século XXI, a BBC quis fazer um apanhado dos melhores filmes exibidos nestes últimos anos. Um grupo de 177 críticos de todo o mundo elegeu as melhores 100 obras deste século e a película portuguesa “Tabu”, do realizador Miguel Gomes, faz parte da lista.

"Tabu", da autoria de Miguel Gomes, é uma co-produção portuguesa, alemã, brasileira e francesa e teve estreia mundial em 2012, na 62ª edição da Berlinale (Festival Internacional de Cinema de Berlim).

O filme ocupa o lugar 71 nesta lista, que é encabeçada por um filme norte-americano - “Mullholland Drive”, do realizador David Lynch.

Nos primeiros quatro dias de exibição em Portugal, a longa-metragem de Miguel Gomes teve mais de três mil espectadores, algo invulgar para um filme com realização portuguesa.   

São 100 "novos clássicos" que devem ser visto e revistos

O melhor filme do século, segundo esta lista, é “Mullholland Drive”, de 2001, de David Lynch.

O objetivo da BBC foi gerar o debate entre os vários críticos, procurando encontrar os “novos clássicos”. Ou seja, eleger os filmes que, ainda que recentes, ficaram na memória dos espectadores e merecem ser revistos.

Acreditamos que os novos clássicos desta lista estão destinados a tornarem-se velhos clássicos. Se acontecer ou não depende de si, cinéfilo. Mas uma coisa é certa: o cinema não está a morrer, está a evoluir", pode ler-se no artigo original do órgão de comunicação britânico

Entre os 100 filmes, 2012 é o ano mais popular, com um total de dez obras. E há seis realizadores que conseguem três filmes cada entre as escolhas dos críticos: Christopher Nolan, Michael Haneke, Joel e Ethan Coen, Wes Anderson e Apichatpong Weerasethakul.

Os filmes de animação também marcam presença nesta lista com "A Viagem de Chihiro" (2001), de Hayao Miyazaki, "À Procura de Nemo" (2003) e "WALL-E" (2008), de Andrew Stanton, "Ratatui" (2007), de Brad Bird e Jan Pinkava; e "Divertida-Mente" (2015), de Pete Docter e Ronnie Del Carmen.