A Apple anunciou na segunda-feira que está a investigar a possibilidade de piratas informáticos terem penetrado no seu serviço de armazenamento de dados iCloud para obter fotografias de celebridades nuas ou em poses sensuais.

«Nós levamos a privacidade dos nossos utilizadores muito a sério e estamos a investigar esta informação», disse em comunicado a porta-voz da Apple, Natalie Kerrys.

O FBI anunciou, entretanto, que está a par do caso e que o está a acompanhar. «O FBI está atento às acusações de pirataria informática e à difusão ilegal de documentos relacionados com figuras públicas, e está a tratar do assunto», afirmou Laura Eimiller, porta-voz do FBI em Los Angeles, citada pelo «Los Angeles Times».

O ataque pirata que deixou as estrelas de Hollywood literalmente a nu. A atriz Jennifer Lawrence é uma das celebridades mais visadas, mas as «vítimas» de um são mais de 100 bem conhecidas atrizes, cantoras e celebridades.