Hugh Jackman foi obrigado a cancelar a sua participação num musical sobre Harry Houdini devido a conflitos de agenda do ator, noticia a BBC News.

O australiano de 45 anos lamentou ter de afastar-se da peça da Broadway, na qual interpretaria o famoso ilusionista húngaro, afirmando que «não teria oportunidade para se dedicar com o tempo que este papel requereria».

«Tenho um enorme respeito e admiração pela equipa criativa [do musical] e desejo-lhes as maiores felicidades. Tenho a certeza que eles estão no caminho certo para criar algo extraordinário», completou, em comunicado citado pela BBC.

Jackman está atualmente a rodar o novo filme de Neill Blomkamp («Distrito 9», «Elysium»), «Chappie», e participou recentemente na produção do próximo filme da saga X-Men, «Dias de um Futuro Esquecido», a estrear em 2014.

«Wolverine», «Raptadas» e «Comédia Explícita - Movie 43» foram os filmes que contaram com a presença de Hugh Jackman e que chegaram este ano aos cinemas.

Segundo a BBC News, o musical sobre Harry Houdini tem estado a ser preparado desde 2008 e teria estreia prevista para 2014, antes do anúncio da saída de Jackman.

Aaron Sorkin (argumentista dos filmes «A Rede Social» e «Moneyball», e das séries de TV «Os Homens do Presidente» e «The Newsroom») e o compositor Danny Elfman («O Estranho Mundo de Jack», «O Bom Rebelde») foram alguns dos nomes que também estiveram envolvidos na pré-produção do musical, nos últimos cinco anos, mas também terão desistido do projeto por falta de tempo.

Hugh Jackman teria sido a primeiro escolha para interpretar o papel principal de Harry Houdini, depois de ter dado provas da sua musicalidade em «Os Miseráveis», um desempenho que lhe valeu, este ano, a nomeação para o Óscar de Melhor Ator Principal.