morte de Paul Walker
 

«Paul é e sempre será uma parte integral da história. Mas há muitas mais personagens fantásticas e é também uma oportunidade de introduzir novas personagens», acrescentou Langley, no debate do The Hollywood Reporter.


«Quando se trabalha com alguém durante 15 anos, e se conhece a sua maneira de agir e criaram magia juntos durante tanto tempo, é estranho fazer o luto dessa pessoa e simultaneamente fingir que ela se encontra ao teu lado», afirmou.