Oprah Winfrey e o elenco do filme «Selma- A Marcha da Liberdade», nomeado para o óscar de melhor filme, lideraram uma marcha de milhares de pessoas pelo Alabama, em homenagem a Martin Luther King e aos muitos manifestantes que ali protestaram em 1965 pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

«Coisas incríveis aconteceram aqui e este lugar merece avançar para ser abençoado. Gostava muito de rezar por Selma, agora», afirmou diante da multidão o ator David Oyelowo, que desempenha o papel de Martin Luther King no filme.

 
O local escolhido para esta marcha simbólica, que em certa forma muito publicita o filme que estreou há pouco no grande ecrã, foi o espaço entre a prefeitura de Selma e a ponte de Edmund Pettus, onde há cinquenta anos os manifestantes foram atacados com gás lacrimogéneo, culminando em 58 feridos.
 

«Todos os que estiveram naquela ponte são heróis», afirmou Oprah Winfrey, produtora e atriz no filme que estreou em 2014.
 

Marcaram também presença a diretora da obra cinematográfica, Ava DuVernay, a congressista Terri Sewell, e os músicos Common e John Legend.