O realizador britânico de ascendência portuguesa Sam Mendes rejeitou a possibilidade de dirigir o próximo filme de James Bond para se concentrar no seu trabalho no teatro, escreve a agência Lusa.

Mendes realizou «Skyfall» (2012), o último filme do agente secreto britânico, que conseguiu mais de mil milhões de dólares de receitas de bilheteira em todo o mundo.

O realizador, de 47 anos, premiado com um Óscar por «Beleza Americana» (1999), disse à revista de cinema «Empire» que tinha sido «uma decisão muito difícil» recusar o convite para o 24º filme oficial do agente 007, que terá novamente Daniel Craig no papel do espião.

«Realizar "Skyfall" foi uma das melhores experiências da minha vida profissional, mas tenho o teatro e outros compromissos, incluindo produções de "Charlie and the Chocolate Factory" e do "King Lear", que exigem a minha completa atenção no próximo ano e no seguinte», adiantou Sam Mendes, citado pela agência France Presse.