«A Mulher de Negro» vai ter sequela

Filme com Daniel Radcliffe tornou-se um sucesso de bilheteiras no Reino Unido

Por: Redação / AC    |   3 de Abril de 2012 às 17:36
«A Mulher de Negro» vai ter uma sequela, na qual a história vai decorrer 40 anos depois dos incidentes que marcam o filme com o ator Daniel Radcliffe.

Segundo a BBC, o segundo filme vai chamar-se «Woman In Black: Angels Of Death» e o enredo centra-se num casal que se depara com os ambientes assustadores da casa amaldiçoada de Eel Marsh.

A confirmação da segunda película veio dos próprios estúdios de cinema que produziram o primeiro filme. Deste modo, a Hammer vai estar à frente da sequela, que conta com argumento de Susan Hill.

«Estamos satisfeitos e honrados por poder trabalhar com Susan outra vez emWoman In Black: Angels Of Death», uma nova história também muito assustadora, como no primeiro filme», revelou Simon Oakes, presidente da Hammer, citado pela BBC.

«A Mulher de Negro» foi realizado por James Watkins, sendo que a sequela vai ficar a cargo de Jon Crocker.

O filme com Daniel Radcliffe tornou-se um sucesso de bilheteiras no Reino Unido, chegando a ser o mais lucrativo na categoria de horror nos últimos 20 anos.
PUB
Partilhar
FOTOGALERIA:
Fotogaleria do filme «A Mulher de Negro»

Fotogaleria do filme «A Mulher de Negro» EM CIMA: Fotogaleria do filme «A Mulher de Negro»
COMENTÁRIOS

PUB
Sócrates: «perigo de fuga é anedota de mau gosto»

Declarações feitas por João Araújo, advogado do ex-primeiro-ministro, em entrevista no Jornal das 8 da TVI. João Araújo considera que a prisão preventiva de José Sócrates deve ser, de imediato, revogada porque «não se verificam casos de excecionalidade que justificam a preventiva». Para o advogado, «o perigo de fuga é uma anedota de mau gosto». João Araújo revelou, ainda, que as suspeitas e indícios de corrupção que pairam sobre José Sócrates referem-se a um período anterior à altura que foi primeiro-ministro.