A Mostra de Cinema de São Paulo, que começa na próxima sexta-feira, terá projeções especiais de oito filmes sobre Guimarães - Capital Europeia da Cultura em 2012, escreve a agência Lusa.

Os filmes escolhidos são «1960», de Rodrigo Areias, «3x3D», de Jean-Luc Godard, Peter Greenaway e Edgar Pêra, «A Mesa Ferida», de Marcos Barbosa, «Ao Lobo da Madragoa», de Pedro Bastos, «Centro Histórico», de Manoel de Oliveira, Aki Kaurismak, Pedro Costa e Victor Erice, «O Facínora» («Der Schlingel»), de Paulo Abreu, «O Fantasma do Novais», de Margarida Gil, e «Zwazo», de Gabriel Abrantes.

As obras serão apresentadas dentro da programação do chamado «Especial Guimarães - Capital Europeia da Cultura», que ocorre paralelamente às outras projeções do certame.



Também parte da mostra, a Competição Novos Diretores vai contar com quatro filmes com participação portuguesa: «8816 Versos», de Sofia Marques, «Bobô», de Inês Oliveira, «A Gaiola Dourada», de Ruben Alves (Portugal e França), e «Double Play: James Benning e Richard Linklater» (Estados Unidos, França e Portugal).



A competição funciona com a votação do público e a análise dos filmes mais bem avaliados, por um júri internacional. Os prémios serão atribuídos às categorias melhor filme de ficção e melhor documentário.

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo vai decorrer de 18 a 31 de outubro, com a projeção de 350 títulos, de, pelo menos, 51 países.

Há quatro produções com participação portuguesa na mostra de filmes internacionais do evento: «E Agora? Lembra-me», de Joaquim Pinto, «Até Ver a Luz», de Basil da Cunha (Portugal e Suíça), «Longwave», de Lionel Baier (Suíça, França e Portugal) e «Redemption», de Miguel Gomes (Itália, Alemanha, França e Portugal).

A projeção de obras brasileiras também conta com uma parceria entre Angola, Portugal e Brasil: «O Grande Kilapy», de Zezé Gamboa.