O mais recente cinema português, entre curtas e longas-metragens, grande parte premiadas, vai ser exibido a partir de novembro em nove cidades polacas no Kino.PT, a maior mostra de sempre da produção portuguesa na Polónia.

De acordo com a associação cultural Zero em Comportamento, entre novembro e janeiro serão exibidos doze filmes portugueses em nove cidades da Polónia, a começar por Varsóvia, entre os dias 13 e 17, no cineclube do Centro de Arte Contemporânea.

«Será uma oportunidade única para conhecer o melhor do novo cinema português» e encurtar a distância entre este e o público polaco, sustenta a associação, referindo-se a filmes como «Tabu», de Miguel Gomes, «Viagem a Portugal», de Sérgio Tréfaut, e «Alvorada Vermelha», de João Pedro Rodrigues e João Guerra da Mata.



A seleção inclui ainda as curtas de animação «O Cágado», de Luís da Matta Almeida e Pedro Lino, «Kali, o Pequeno Vampiro», de Regina Pessoa, as curtas de ficção «Pickpocket», de João Figueiras, e «Luz da Manhã», de Cláudia Varejão, e as documentais «Cama de Gato», de Filipa Reis e João Miller Guerra, e «A Comunidade», de Salomé Lamas.

A programação contará também com «Filme do Desassossego», adaptação livre de João Botelho de «Livro do Desassossego», de Fernando Pessoa, e os filmes «É na Terra Não é na Lua» e «Balaou», ambos de Gonçalo Tocha.



Em Varsóvia, haverá ainda um concerto do músico Alfredo Costa Monteiro e um encontro com o realizador Sérgio Tréfaut.

Até janeiro, a mostra passará ainda pelas cidades de Nowy Sacz, Poznan, Katowice, Gdansk, Lublin, Szamotuly, Wroclaw e Cracóvia.

A mostra Kino.PT é organizada pelo Instituto Camões e pelo Kino.Lab, em colaboração com a Zero em Comportamento e mais de 20 parceiros na Polónia e em Portugal.