O realizador João Botelho inicia no dia 14 a rodagem do filme «Os Maias - (Alguns) Episódios da Vida Romântica», a partir do romance de Eça de Queirós, escreve a agência Lusa.

O filme será uma coprodução luso-brasileira e contará no elenco com os atores Miguel Guilherme, João Perry, Graciano Dias, Pedro Inês, Maria João Pinho, e a atriz brasileira Maria Flor, entre outros.

De acordo com a produtora Ar de Filmes, a rodagem contará com filmagens em Lisboa, Ponte de Lima e Guimarães.

João Botelho tinha anunciado no final do ano passado, no Rio de Janeiro, a intenção de adaptar para cinema o romance de Eça de Queirós, pela realidade portuguesa relatada na obra literária, que permanece atual.

«Depois de Eça escrever "Os Maias", Portugal entrou numa bancarrota que levou mais de cem anos para ser quitada. Só a acabámos de pagar em 2001. O que dizem os políticos em "Os Maias" é igual ao que dizem agora. É só tirar um pouco dos bigodes e dos "frufrus" todos, não mudou nada», afirmou na altura João Botelho no Brasil.

«Os Maias», um dos clássicos da literatura portuguesa, foi publicado em 1888 e relata a história de três gerações da família Maia, em particular o romance incestuoso entre Carlos da Maia e Maria Eduarda, irmãos.

Eça de Queirós traça ainda, com ironia, um fresco da sociedade portuguesa no final do século XIX, que João Botelho considera atual.

A cinematografia de João Botelho tem uma longa ligação com a literatura portuguesa. O cineasta de 64 anos já adaptou textos Agustina Bessa-Luís (em «A Corte do Norte»), Almeida Garrett («Quem És Tu?») ou, mais recentemente, Fernando Pessoa (em «Filme do Desassossego»).

«Os Maias - (Alguns) Episódios da Vida Romântica», que deverá ter também uma versão em minissérie televisiva, contará com 600 mil euros de apoio financeiro do Instituto do Cinema e Audiovisual.

Este projeto cinematográfico será apresentado por João Botelho no dia 10 no Teatro do Bairro, em Lisboa.