Nestas coisas de prémios há sempre os que ficam contentes por seguir em frente e aqueles a quem faltou «um bocadinho assim». Os Óscares não são exceção. Nesta 86ª edição, Tom Hanks e Oprah Winfrey são talvez os rostos mais visíveis daqueles que eram apontados como favoritos às nomeações e ficaram de fora.

Tom Hanks era apontado como candidato às nomeações para Melhor Ator Principal pelo papel em «Capitão Phillips» e para Melhor Ator Secundário em «Ao Encontro de Mr. Banks» e acabou por não levar nenhuma nomeação. Mas também Oprah Winfrey era apontada como uma das favoritas ao galardão de Melhor Atriz Secundária pelo desempenho em «O Mordomo» e não foi nomeada.

Ainda no que toca a atores e atrizes, ficaram de foram Robert Redford («Quando Tudo Está Perdido»), Forest Whitaker («O Mordomo»), Joaquim Phoenix («Her») e Emma Thompson («Ao Encontro de Mr. Banks»).

Houve também filmes fortemente elogiados e que não receberam nomeações ou receberam muito poucas. Dois deles são precisamente «Ao Encontro de Mr. Banks» e «O Mordomo». Mas há mais: «A Propósito de Llewyn Davis», de Ethan Coen e Joel Coen, «Blue Jasmine», de Woody Allen, «Fruitvale Station: A Última Paragem», de Ryan Coogler, o documentário «Blackfish», de Gabriela Cowperthwaite, ou ainda «Mandela: Longo Caminho Para a Liberdade», de Justin Chadwick.

Na categoria de Melhor Realizador, destaque para as não nomeações de Paul Greengrass («Capitão Phillips») e Lee Daniels («O Mordomo»).