O filme sobre Grace Kelly, a atriz tornada princesa do Mónaco, vai ficar de fora da corrida aos Óscares em 2014. Tudo porque em vez de chegar aos cinemas em novembro, tal como estava previsto, «Grace of Monaco» só estreará na primavera do próximo ano.

Segundo o «The Hollywood Reporter», a decisão dos estúdios The Weinstein Company surgiu com a necessidade de dar mais tempo para que a edição e pós-produção do filme seja feita com a maior qualidade possível.

«Grace of Monaco» não entrará assim nas contas dos Óscares, pelo menos na edição de 2014, em março, podendo sempre candidatar-se às nomeações do ano seguinte.

Protagonizada por Nicole Kidman e Tim Roth (no papel do príncipe Rainier III), a cinebiografia acompanhará o período difícil da vida da princesa Grace, no início dos anos 1960. A crise no matrimónio, e a disputa entre Rainier e o presidente francês, Charles De Gaulle, pela independência fiscal do Mónaco, são alguns dos pontos centrais da história.

Frank Langella, Derek Jacobi, Milo Ventimiglia, e Paz Vega (no papel da soprano Maria Callas) são outros dos nomes que compõem o elenco principal deste «Grace of Monaco».