Jake Gyllenhaal sofreu uma transformação radical para protagonizar o filme “Southpaw”. Para encarnar a personagem Billy Hope, um campeão mundial de boxe que tenta equilibrar a carreira e a vida pessoal, o ator teve de se submeter a um treino físico intenso, que surpreendeu os colegas 50 Cent e Rachel McAdams.

Jake Gyllenhaal, de 34 anos, já habituou o público às mudanças de visual para interpretar papéis no grande ecrã. O ano passado, o ator perdeu quase 14 quilos para encarnar Louis Bloom, no filme “Repórter na Noite” e, para entrar no filme “Marcados para Morrer”, concluiu cinco meses de treino na academia da polícia de Los Angeles. Contudo, Jake Gyllenhaal admite nunca se ter submetido a um uma transformação tão extrema.

Para ganhar 7 quilos de massa muscular, durante cinco meses, para além de treinar boxe, o regime diário do ator incluiu 2 mil flexões por dia e uma corrida de 8 quilómetros.

“Eu estava com medo de parecer um idiota no ringue. Nunca tinha feito boxe quando comecei. Tinha cinco meses para aprender e sei que demoro muito tempo para adquirir uma competência nova e parecer que já faço aquilo desde os seis anos de idade”, afirmou Jake Gyllenhaal, em entrevista ao The Independent.

“Por esta razão decidi treinar duas vezes por dia, para me dar uma vantagem e parecer que treinei durante dez meses. É difícil para mim usar palavras como ‘difícil’ e ‘miserável’ quando estou a falar de um filme pelo qual estou grato pela oportunidade”.


No último dia de gravações, o ator estava de tal forma esgotado que admitiu ter dormido 14 horas seguidas, algo que não fazia “desde os 16 anos de idade”.

 
                                     Legenda: o antes e o depois da transformação do ator

Rachel McAdams, que interpreta a mulher de Billy Hope no filme, testemunhou a transformação do ator em primeira mão e referiu não ter ficado “completamente surpreendida, devido ao seu trabalho no passado, pois sabia que ele ia chegar lá”. No entanto, a atriz sublinha que ninguém podia estar à espera que o protagonista encarnasse o papel de forma tão brilhante.

“Ver a transformação de perto foi tão inspirador. Quando aceitei participar ele tinha acabado de começar o treino e tinha o cabelo comprido, apanhado num rabo de cavalo e uma barba farta e não parecia nada um pugilista. Mas três meses depois, ele mudou completamente e tornou-se tão convincente, não apenas fisicamente. Ele tornou-se na personagem em todos os aspetos, como se fizesse parte do seu ADN, estava-lhe nas células. Foi incrível de testemunhar”, disse a coprotagonista.


A atriz canadiana relembrou também uma cena em que Jake foi esmurrado na cara, fazendo com que o resto do elenco entrasse em pânico, mas “ele apenas abanou a cabeça e continuou como se não fosse nada”. “O mais incrível é que ele não tinha um duplo. Fez tudo ele mesmo”.

Também 50 Cent, que desempenha o papel de Jordan Mains, um amigo de infância da personagem principal, ficou impressionado com a performance de Jake Gyllenhaal.

O rapper sublinhou que o papel de Billy Hope era suposto ser representado por Eminem, mas que a interpretação de Jake tinha elevado a fasquia de tal maneira que o próprio cantor se tinha mostrado surpreendido. “Quando mostrei as imagens do filme ao Eminem ele disse ‘Jake! Que raio!’”.

A interpretação de Jake Gyllenhaal está também a impressionar os críticos de cinema. O filme vai chegar às salas de cinema no dia 31 de julho.