O filme “As Mil e Uma Noites”, do realizador português Miguel Gomes é apresentado em setembro no Canadá, no âmbito da 40.ª edição do Festival de Cinema de Toronto.

Da programação do festival, que foi apresentada esta quarta-feira, faz também parte a curta-metragem “Noite Sem Distância”, do espanhol Lois Patiño, filmada em Portugal e produzida pelo Curtas de Vila do Conde.

A trilogia de Miguel Gomes e a curta de Lois Patiño fazem parte da secção “Wavelengths”.

Desde a sua estreia internacional na Quinzena dos Realizadores, em Cannes, “As Mil e Uma Noites” esteve presente em festivais na Alemanha, Finlândia, República Checa, Israel, Marselha, Vila do Conde, Nova Zelândia, Austrália, onde foi distinguido com o prémio do Festival de Sidney, e Polónia, onde recebeu o prémio da crítica.

Nos próximos meses, a obra será apresentada no Japão, no Hiroshima International Film Festival, nos Estados Unidos, no New York Film Festival, e no Chile, no Festival Internacional de Cinema de Valdivia.

Os três filmes de Miguel Gomes foram considerados pela crítica francesa em Cannes um dos acontecimentos do festival, com chamadas de primeira página na imprensa.

O jornal Libération descreveu-o como um "épico" e o Le Monde afirmou que é "uma epopeia fantástica, uma canção de amor aos derrotados da História, que são os portugueses de uma Europa em crise".

Rodado em película, o filme é uma coprodução entre Portugal, França e Alemanha, e teve um orçamento de 2,7 milhões de euros.

Em Portugal, o primeiro filme da trilogia, “O Inquieto”, irá estrear-se nas salas a 27 de agosto, seguindo-se “O Desolado”, a 24 de setembro, e, finalmente, “O Encantado”, a 01 de outubro.

“Noite Sem Distância” estreou-se em julho, no “Curtas” de Vila do Conde, tendo também sido apresentado no Festival de Cinema de Locarno.

A edição deste ano do Festival de Cinema de Toronto decorre de 10 a 20 de setembro.