O presidente do BPI afirmou esta sexta-feira aos jornalistas «ter curiosidade» sobre o «caso Cimpor».

Fernando Ulrich disse mesmo que, na próxima assembleia-geral de accionistas da Caixa Geral de Depósitos, no qual o BPI tem assento, vai questionar sobre «como é que se podem comprar activos acima do valor do mercado» e reduzir imparidades.

Ulrich respondeu aos jornalistas quando questionado sobre o negócio que envolveu a compra de 10 por cento da Cimpor a Manuel Fino, acima do valor de mercado.