António Guerres ocupa a quinta posição das Caras do Poder.

É como secretário-geral das Nações Unidas que se destaca num dos mais elevados cargos da diplomacia mundial, o que lhe confere um forte poder efetivo.

Como secretário-geral da ONU tem em mãos uma das mais dificeis missões num cenário complexo do ponto de vista internacional.

Com um percurso ligado à causa pública, social e política, António Guterres foi primeiro-ministro durante sete anos, Alto Comissário para os Refugiados durante mais de uma década e aos 68 anos ganha novo fôlego na longevidade como secretário-geral da ONU.

Não se lhe conhece uma grande riqueza patrimonial. É, de resto, um homem muito discreto.