No estado americano do Texas há uma competição que reclama para si o estatuto de campeonato do mundo da milha da cerveja.
 
Diz-se que beber cerveja faz barriga e que correr tira barriga. Infelizmente nos livros, nada se diz dos possíveis efeitos de beber cerveja durante uma corrida. E, enquanto, não há estudos relevantes sobre o assunto, na cidade de Austin, no Texas, realizou-se o campeonato do mundo da milha da cerveja onde a máxima bem poderia ser partida, largada, bebida.
 
Como em qualquer corrida, a rapidez impõe-se, a diferença é que neste caso, não há água nem bebidas isotónicas à disposição. Só cerveja mesmo e até a bebê-la é importante ser rápido.
 
Convém dizer que todos estes atletas correram após a ingestão de duas cervejas com o mínimo de 5% de álcool. Nos homens venceu Corey Gallagher. Nas mulheres, Elisabeth Herdon. E foram cerca de setenta ao todo os que ignoraram aquela famosa regra: se beber, não corra.