Raphael dos Santos, de 12 anos, conseguiu deixar a cadeira de rodas após começar a praticar surf. O rapaz diagnosticado com paralisia cerebral surpreendeu a família e os professores depois de aprender a andar, 8 meses depois de começar a praticar com a prancha.

A luta do jovem natural de Santos, no Brasil, começou desde os seus primeiros dias de vida. Há medida que «Rafa» foi crescendo as suas dificuldades cada vez maiores. Não só não conseguia andar como era incapaz de pronunciar uma palavra, apenas gatinhava ou ficava sentado. Com nove anos de idade, Raphael foi sujeito a uma cirurgia às pernas e ficou numa cadeira de rodas. «Ele nasceu praticamente morto, mas Deus voltou a dar-me» disse a mãe, Fabiana dos Santos.

O «milagre» «aconteceu com oito meses de aulas, no Dia das Mãe. Eu fui colocar a roupa na máquina de lavar e, quando voltei à sala, ele estava de pé e deu oito passos. Foi uma surpresa» a mãe acrescentou ainda que «pensava que, com o surf, nada se iria alterar, mas vi o meu filho andar. Eu estava à espera deste momento há 10 anos. Foi muito rápido, foi o surf».

Hoje, Raphael chega às aulas à andar, sempre ao lado da sua mãe. Para além de ter voltado andar, o rapaz conseguiu desenvolver a fala, mesmo contra o diagnóstico dos médicos.