Kaylin Joy e Valerie Marie são os nomes das duas bebés de Sara Reinfelder que nasceram esta quinta-feira, de cesariana. O nascimento das gémeas está a causar impacto, uma vez que Sara tem dois úteros, avança o jornal Daily Mail.

A jovem de 21 anos, do Michigan, sofre de uma condição conhecida como Útero Didelfo, onde o útero se encontra dividido em dois compartimentos, cada um com uma trompa de Falópio. As bebés nasceram saudáveis apesar de serem prematuras de sete semanas.

Embora muitas mulheres desconheçam que sofrem desta patologia, o Útero Didelfo afecta cerca de uma em 3000 mulheres. No entanto, a hipótese de gerar uma criança em cada útero, ao mesmo tempo, é cerca de uma em cinco milhões.

Kaylin Joy foi a primeira das gémeas a ser entregue, seguida de Valerie Marie que nasceu do útero maior. De acordo com os médicos, ambas as meninas, cujo funcionamento pulmonar ainda não é pleno, terão que ficar no hospital durante um mês.

Sarah, juntamente com o seu marido Shane, de 23 anos, e o seu filho William com apenas 10 meses, encontram-se emocionados com os novos membros da família.

Embora sejam raras estas situações, há um número considerável de casos documentados de mulheres que tenham dado à luz gémeos, um de cada útero. Em 2006 uma mulher britânica, com dois úteros, deu à luz trigémeos, ficando o caso conhecido como sendo o primeiro deste tipo.

Hannah Kersey, de Northam, Devon, deu à luz gémeos idênticos a partir de um ovo que havia sido implantado num dos úteros e também um bebé de um só ovo a partir do outro útero. A probabilidade de um nascimento como este é cerca de um em 25 milhões.