O sonho de dar a volta ao mundo é algo antigo na vida de Bill Passman, de 59 anos. Há oito anos, deixou para trás o emprego de advogado e decidiu conhecer os quatro cantos do mundo.

Advogado e autor do blogue World Tattoo Traveler, onde descreve cada viagem que faz, decidiu gravar as viagens de uma forma original e diferente.

Amante de viagens, tatuou um mapa-mundo nas costas, que vai sendo colorido à medida que faz novas viagens. A ideia surgiu quando viu uma rapariga com uma tatuagem com um esboço do mundo nas costas e decidiu fazer algo semelhante, conta ao site australiano «News».

A última viagem realizada por Passman, descrita no blogue foi ao Palácio Nacional da Pena, em Sintra.



«Eu decidi voar até Lisboa, porque nunca tinha estado lá. Lisboa é bonita, mas eu não estava preparado para Sintra, que foi uma curta viagem de comboio de 30-40 minutos», escreveu Passman no blogue.

A volta ao mundo que o norte-americano pretende fazer começou com a escalada do Kilimanjaro, na Tanzânia, e promete não parar por aqui.