David Cerny, famoso escultor checo, voltou a fazer das suas!

O polémico artista ficou conhecido em 1991, por pintar de cor-de-rosa um tanque soviético exposto na praça Kinsky, em homenagem à libertação do jugo alemão.

A nova criação de Cerny mostra uma mão a fazer um gesto considerado obsceno ao presidente checo. A obra foi feita em protesto a atual situação política do país e a aproximação das eleições. A escultura está virada para ao Castelo de Praga, que serve de residência presidencial.

Este novo trabalho promete suscitar ainda mais controvérsia do que os anteriores.