Uma criança de oito anos foi expulsa da escola por usar o dedo como pistola, quando brincava aos polícias com os colegas. O caso aconteceu no condado de Osceola, no estado da Indiana, nos Estados Unidos. A mãe do menino mostra-se indignada.

Jordan Bennett foi suspenso por um dia. A mãe Bonnie está preocupada com a hipótese da designação «violento» poder vir a constar no registo do filho.

Bonnie Bennett declarou, em entrevista ao canal televisivo americano 9, que haveria certamente outras formas de castigar o filho do que suspendê-lo. «Se lhe tivessem dito para escrever um ensaio sobre o porquê do ato ter sido incorreto, teria tido muito mais impacto» realça a mãe.

Em vez disso, o filho foi obrigado a faltar a um dia de aulas.

Bennett reafirma que o filho nunca tinha sido repreendido nem suspenso antes do sucedido. A mãe de Jordan espera que com este caso se comece realmente a fazer a distinção entre uma verdadeira ameaça e um simples jogo infantil.

A direção da escola não quis comentar o caso, referindo apenas que o código de conduta interno proíbe jogar com armas invisíveis.