Os administradores de uma escola secundária do Utah, nos EUA, alteraram as fotos de alunas porque mostravam muito a pele. A escola apenas estava a defender as suas politicas editoriais do «yearbook» (anuário).

As alunas quando souberam que as suas fotos tinham sido alteradas no photoshop protestaram contra a decisão, alegando que a escola deveria ter avisado que tinha editado e alterado as fotografias. Os alunos também dizem que a escola foi parcial, apenas alterou aleatoriamente algumas fotos e não outras que também tinham alunas com partes do corpo à mostra.

«Eu sinto que eles colocaram os nomes num chapéu e escolheram ao acaso», disse Rachel Russel, uma das alunas: «Havia muitas raparigas que usavam tops mais destapados e metade foram editadas e outras não.»

Em declarações à Fox a escola disse que os alunos deveriam saber que isto poderia acontecer, porque foi publicado um aviso no dia das fotografias a explicar que as imagens podiam ser editadas, mas lamenta não o ter feito a todas.

«Só pedimos desculpas na medida em que queremos ser mais coerentes com o que estamos a fazer, nós estamos a tentar ensinar as crianças a prepararem-se melhor para o futuro para se vestirem adequadamente», disse Terry E. Shoemaker, do Distrito Escolar Wasatch County.