A jovem brasileira que vendeu a virgindade por 600 mil euros, num leilão que fazia parte de um documentário de um cineasta australiano intitulado «Virgins Wanted», garante não ter perdido a virgindade durante o programa. Catarina Migliorini quer agora organizar o seu próprio leilão no Brasil.

Em entrevista ao portal brasileiro «G1», a jovem de 21 anos revelou que criou um site, onde a sua virgindade será novamente posta à venda.

O lançamento do site «Virgins Wanted 2» está previsto para a próxima semana e contará com vídeos pessoais feitos pela jovem brasileira.

Catarina Migliorini garante que continua virgem e que tem exames médicos que o comprovam, uma vez que a sua primeira vez nunca chegou a acontecer durante o programa «Virgins Wanted».