Um veterinário do Loro Parque Zoo, em Tenerife, disparou um dardo tranquilizante sobre um colega vestido de gorila.

O mascarado caiu redondo no chão e teve de ser transportado de urgência para um hospital. O funcionário ficou em estado grave porque desenvolveu uma reacção alérgica ao dardo tranquilizante, que estava carregado com dose suficiente para derrubar um gorila.

A confusão aconteceu quando o homem estava vestido de gorila para uma simulação de uma possível fuga de animais. O veterinário desconhecia o treino e quando viu algo semelhante a um gorila disparou, acertando na perna do colega.

Esta não é a primeira vez que o Parque Loro faz manchetes relacionadas com incidentes de segurança. Em 2009, uma orca atacou os tratadores e um deles acabou por morrer. O Zoo, também, já fez manchetes por violação do bem-estar dos animais.