Para Stefaan De Croock a reciclagem e a arte estão ligadas. O artista belga tem conquistado notoriedade através de trabalhos com mobília antiga, mais especificamente, com portas de madeira, que combina para criar figuras humanas e peças de arte urbana.

O resultado final são enormes murais coloridos, como o realizado na cidade de Mechelen, na Bélgica. Em entrevista ao site My Modern Met, Croock explica que o material utilizado permite a cada trabalho falar por si mesmo.




“Todos os murais ou peças recicladas têm a sua própria história. Neste caso, até a parede onde construí a instalação serviu também de inspiração”, revela o artista sobre a última composição realizada, o mural Elsewhere.  
 

Strook é o nome do projeto a que o artista belga se dedica a tempo inteiro, desde 2011, que consiste em usar materiais encontrados nos mais variados locais, evitando pintar as portas que recolhe com o intuito de preservar a identidade original.

Em relação ao processo criativo, Croock conta que a inspiração está em “rostos”. “Tudo começa com o desenho de uma face”.  
 

Croock concluiu o mestrado de Belas Artes em design gráfico, em Sint-Lucas, na cidade de Gante, na Bélgica. Exibiu os primeiros trabalhos em 2010 e divulgou-os pela Europa e Estados Unidos. No Facebook ou no site oficial do autor é possível ver fotografias das composições artísticas realizadas.