Um homem italiano passou a falar francês depois de sofrer danos cerebrais.

Segundo conta o Independent, o italiano só teria tido contacto com a língua francófona na escola e quando aos 20 anos namoriscou uma francesa, mas desde então nunca mais falou aquele idioma.

Agora, depois de sofrer um acidente cerebral, acorda todos os dias a gritar a plenos pulmões: "bonjour".

Para além do distúrbio linguístico, o homem revela ainda grande e injustificada euforia, problemas de sono e de comportamento.

JC fala um francês cheio de imprecisões, mas fala-o com um ritmo acelerado e uma entoação exagerada”, consta no relatório da universidade de Edimburgo, que descreve o homem de 50 anos como “uma caricatura de um típico homem francês”.

Os autores do estudo referem ainda que apesar de falar francês, o homem continua a escrever em italiano.

“Ele só quer ver filmes franceses que nunca tinha visto, comprar comida, ler revistas e livros francófonos”, explicam os cientistas acrescentando que o homem não se mostra incomodado por as outras pessoas nem sempre entenderem o que está a dizer.

Apesar de invulgar, existem pelo menos 60 casos conhecidos da Síndrome do Sotaque Estrangeiro em todo o mundo.