A bebé Natalie Jackson nasceu com um terço da cara negra. A marca de nascença já fez com que a bebé de quatro meses esteja a ser chamada de "pequena super-heroína", uma vez que há quem compare a mancha negra com uma máscara do Batman. Mas a marca que inicialmente assustou os pais tornou-se agora num símbolo.  

Os pais, Lacey e Andrew, já vieram dizer que não pretendem para já remover a marca de nascença, esperando que sirva para encorajar Natalie a estar a orgulhosa de algo que faz parte dela. As estimativas dos médicos são de que a mancha no rosto cresça ao longo dos anos. 

As pessoas dizem-nos que a marca de nascença é fantástica e que a bebé é maravilhosa e nós não podíamos concordar mais", disse a mãe, citada pela BBC

Os pais que são da cidade de Hull, no Iowa, disseram ainda quando a viram pela primeira vez que entraram em pânico. 

Ela é tão bonita, mas a marca parecia um hematoma e eu fiquei preocupada que tivesse sido algo que eu lhe fiz durante a gravidez", disse Lacey. 

Os médicos disseram que era só uma marca de nascença. Ela é uma bebé saudável e a marca não afeta a respiração"

A alcunha de super-heroína surgiu depois dos seus irmãos, Elliot, de sete anos, e Davin, de quatro anos, a terem  conhecido pela primeira vez. 

Um dos rapazes perguntou 'O que é aquilo na cara dela? O que é a marca preta?'", contou o pai. 

Eu disse-lhe que era uma máscara de super-heroína. Eu disse-lhes isso, porque ela vai conseguir alcançar o que quiser. "

Apesar dos pais estarem preocupados que a marca possa atrair comentários cruéis, acreditam que a filha vai aceitar a sua característica única. 

Nós vamos-lhe dizer sempre que faz parte do que ela é e do que é suposto ela ser", disse Andrew. 

Sabemos que ela vai sofrer algumas dificuldades, mas a marca significa que ela vai ser forte aconteça o que acontecer na vida dela", realçou. 

Natalie nasceu no dia 9 de janeiro no centro médico de Sanford, na Dakota do Sul, nos Estados Unidos, onde a família reside atualmente.