No Japão, na província de Kanagawa, um homem foi detido depois de ter roubado três selins de bicicleta num condomínio fechado para juntar aos 197 que tinha em casa.

Até aqui tudo normal, não fosse o indivíduo de 35 anos afirmar que roubava os objetos para «sentir o cheiro persistente de uma mulher».

Segundo o homem, o seu fetiche vai mais longe do que o cheiro e escolhia as bicicletas com cadeiras de criança por imaginar que o ciclista era uma mulher.

«Eu gosto da textura do couro e o cheiro que os selins têm. Eu lambia e cheirava-os todos!», afirmou.

Depois de deterem o homem, os agentes da polícia levaram-no para casa onde encontraram 200 selins de bicicleta roubados no valor de 11 mil euros.