Uma ginasta foi salva pelo treinador durante o exercício de barras inserido no Gym Magic Gymnastics Clubs, no Canadá. A jovem saiu mal do exercício e podia ter fraturado o pescoço com o embate no solo.

Tudo aconteceu em segundos e à jovem de 11 anos valeram os reflexos rápidos do treinador. A ginasta começou por elaborar o exercício, composto por barras suspensas entre as quais tinha de transitar e sair em cambalhota frontal. A jovem não conseguiu o balanço necessário à execução correta do movimento de finalização do exercício e acaba por cair de cabeça no solo.

Percebendo que o exercício não tinha corrido como esperado, o treinador interveio no momento certo, apanhando a jovem antes do impacto violento.