Hollie Burr, uma menina norte-americana de oito anos, conseguiu evitar o mau desfecho do engasgamento sofrido pelo irmão. A menina bateu nas costas de Brody, de seis anos, metendo em prática os conhecimentos em primeiros-socorros aprendidos numa instituição de caridade ligada à saúde.

 Brody começou a simular que estava a engasgar-se e, pouco depois, a brincadeira tornou-se real. O menino de seis anos começou a mudar de cor. Ao deparar-se com a dificuldade de respiração do irmão, Hollie percebeu que o irmão já não estava a brincar e entrou em ação.

A menina bateu várias vezes, com força, nas costas de Brody e, de imediato, um pedaço de carne foi expelido da garganta do rapaz.

Jo Burr, mãe dos meninos, confessou ao jornal The Telegraph que tudo aconteceu em frações de segundo e que está agradecida por Hollie ter sabido agir.

A mãe de Brody contou, ainda, que quando ouviu o menino a fazer sons que pareciam figurar num engasgamento, pretendia repreendê-lo, pensando que estava a fazer de propósito.

A Hollie contou-me que também pensava que o Brody estava a brincar, mas depois apercebeu-se que a cara dele estava a mudar de cor”, afirmou.

A família tem agora um episódio para contar nos próximos tempos. O engasgamento, por vezes, demonstra-se difícil de ultrapassar, mas neste caso a aprendizagem de primeiros socorros valeu a sobrevivência do pequeno Brody.