Harmony Jones completou dez anos há pouco, mas o que os seus pais não esperavam era que a menina recebesse uma carta de uma colega de escola, onde esta afirmava não poder ir à festa em casa da colega, que incluía uma pernoita, por esta ser negra.

«Talvez não possa dormir em tua casa no teu aniversário porque o meu pai não me vai deixar ir porque és negra. Não estou a tentar ser raças [racista], mas a minha mãe deixar-me não [sic] Feliz Aniversário!», lê-se na carta.

Christopher Jones, pai de Harmony, mostrou-se chocado em  declarações à televisão americana WREG. «Magoou-me que a minha menina de dez anos tivesse de lidar com isto, e eu próprio nunca pensei que teria de lidar com isto», confessou. O pai disse ainda que «enquanto pais, todos devemos estar atentos e conscientes do que ensinamos aos nossos filhos»

A carta foi enviada por uma colega de Harmony, também com 10 anos. Os pais da menina recusaram comentar o sucedido.