Gwyneth Montenegro é uma australiana de 36 anos que diz ter tido relações sexuais com mais de 10 mil homens durante o tempo em que foi acompanhante de luxo. Para ser mais precisa, a mulher diz que dormiu exatamente com 10,091 homens. Gwyneth Montenegro lançou agora um livro e o título não podia ser mais apropriado: «10.000 Men and Counting» (10.000 Homens e Ainda a Contar).

De acordo com o «Daily Mail», na obra, Gwyneth Montenegro conta as experiências que teve durante 12 anos de profissão. Na época, a acompanhante de luxo sofreu com a dependência química de álcool e diz que se sentia abandonada. A ex-prostituta afirmou também que não faz sexo, desde que abandonou de vez a profissão, há três anos.

Em entrevista, Gwyneth Montenegro afirma que teve a ideia de escrever o livro quando deixou de ser acompanhante de luxo. Montenegro revela que foi difícil escrevê-lo, porque tem muitas recordações dolorosas dessa época.

Aos 18 anos, a australiana foi vítima de uma violação coletiva. Gwyneth Montenegro diz que foi a uma discoteca com alguns amigos e lá foi abandonada por eles. A bebida dela foi adulterada e conta que viu tudo o que aconteceu, mas que não conseguia defender-se do abuso. «A violação coletiva aconteceu quando eu tinha acabado de fazer 18 anos. Foi uma experiência realmente traumatizante para mim. Eu já tinha sofrido muito bullying na escola, era o "patinho feio", alta demais, inocente e tímida», recorda.

A agora escritora refere que entrou «naquela vida» depois de ter sofrido uma desilusão amorosa aos 19 anos. Gwyneth Montenegro refere que terminou um namoro e que ficou arrasada. Foi então que decidiu usar o próprio corpo «a seu favor».

Questionada sobre se realmente dormiu com 10 mil homens, ou se o número é apenas simbólico para o livro, Gwyneth Montenegro responde: «Não é um número simbólico. Eu cheguei a esse número com base nos impostos que pagava cada vez que me encontrava com um cliente. O valor dos impostos pagos levou-me à quantidade. Quando fiz as contas e cheguei a esse número pensei: "Uau, é muita coisa. Doeu-me, sabe?"».

Gwyneth Montenegro afirma que está sem namorar há cinco anos e que não mantém relações sexuais há três anos. A mulher admite que sente falta de sexo, mas que está focada no trabalho. A escritora diz que imagina como será a «primeira vez» depois de mudar radicalmente de vida. «Vou apresentar-me a alguém como a autora de 10 Mil Homens e Ainda a Contar? Vai ser interessante», afirma.