Shamal Battice, de 28 anos, entrou num stand de automóveis Ford da Flórida, EUA, e perguntou ao funcionário qual era o carro mais rápido que tinha. Apesar de ser paralítico e estar numa cadeira de rodas, pareceu interessado em adquirir uma viatura. De acordo com o «Miami New Times», este acabou por roubar um carro e só foi apanhado muitas horas depois.

Quando Battice quis saber qual era o carro mais rápido do stand, o vendedor, Anselmo «Chico» Barreto, apontou um Pontiac 2009. Depois pediu para «sentir» os assentos e o vendedor deixou. Em seguida, pediu para se sentar dentro do carro, para poder imaginar como se sentiria. Mais uma vez, o vendedor deixou.

O que aconteceu em seguida «parecia uma cena tirada de um filme», confessa Anselmo «Chico» Barreto, que vende veículos há mais de 11 anos. Trancou a porta do Pontiac, meteu a chave na ignição e prendeu o acelerador com uma lata. Partiu a alta velocidade.

Dado o alerta, Shamal Battice, foi perseguido pela polícia do condado de Marion, obrigada a desistir quando o fugitivo passou para o condado de Alachua. Também aqui as autoridades desistiram, quando Shamal entrou na jurisdição do condado de Bradford. E foi aqui, que as autoridades conseguiram, finalmente, capturar o ladrão do Pontiac. Estava parado numa estação de serviço a encher o depósito da viatura. Foi detido, ficou sem carta de condução, mas as autoridades ainda não decidiram de que crimes vai ser acusado.