Parece uma brincadeira, mas não é. As irmãs gémeas australianas Paula e Brigette Powers têm vindo a surpreender os internautas. Têm 42 anos e, apesar de serem pessoas distintas, vivem como se fossem uma só: além de morarem e trabalharem juntas, também adoecem e falam ao mesmo tempo.

Sentimo-nos como se fôssemos uma só pessoa", disseram as gémeas, em simultâneo, no vídeo publicado no YouTube.

Classificadas na plataforma Reddit como "as pessoas mais irritantes do mundo", estas mulheres falam, na verdade, praticamente em uníssono. São inseparáveis, mas o estilo de vida que levam tornou-as num alvo fácil de brincadeiras.

Ainda assim, tudo indica que, no meio onde vivem, são amadas e respeitadas. De acordo com o comentário de um utilizador da plataforma Reddit na publicação que as classificou daquela forma, e que se identificou como morador da mesma zona das gémeas, "elas são extremamente conhecidas e respeitadas pela comunidade". Outro internauta confirmou a ideia de que "as gémeas são adoradas por estes lados, e o trabalho que fazem é incrível".

De acordo com a BBC, as gémeas falam, instintivamente, ao mesmo tempo, sem olhar sequer uma para a outra - e dizem a mesma coisa!

Quando éramos pequenas, tínhamos a nossa própria linguagem de gémeas, para que ninguém nos percebesse, mas agora isso acontece naturalmente. As pessoas acham que é forçado, mas não é", explicaram ao programa de rádio Outlook, da BBC"Sabemos que somos duas pessoas, mas não podemos negar o que somos. Sabemos que muitos ficam incomodados quando falamos ao mesmo tempo, mas azar o deles", completaram.

Ainda assim, quando estão a sós, têm conversas consideradas normais. Isto é, não falam ao mesmo tempo.

Toda a gente lhes chama "twinnies", que em português seria "gemeazinhas" e nem mesmo os pais conseguem acertar no nome de cada uma das filhas.

Até aos dias de hoje, dormem no mesmo quarto, ainda em casa dos pais e, juntas, fundaram o Twinnies Pelican and Seabird Rescue, um centro de acolhimento e tratamento de aves marinhas que ocupa o espaço do quintal da residência dos pais.