Um paramédico de Detroit foi destacado para auxiliar uma vítima de ataque cardíaco e, enquanto acudia a vítima, ele mesmo sofreu um ataque cardíaco.

Joseph Hardman foi «um caso num milhão», disse um médico citado pela CNN relativamente às probabilidades de tal acontecer. «Senti, do nada, uma picada no meu coração», descreveu o paramédico de 47 anos.

As duas vítimas de ataque cardíaco foram transportadas ao hospital, onde ambos recuperaram e estabilizaram.