Um brasileiro de 33 anos está a fazer sucesso nas redes sociais graças a um vídeo gravado durante uma intervenção cirúrgica, a que foi sujeito, onde surge a tocar guitarra e a cantar.

Anthony Dias deu um autêntico concerto durante a sua cirurgia, interpretando músicas de vários géneros músicais e em várias línguas (português, inglês e alemão), onde se incluí o “hit” “Yesterday” dos Beatles, que aparece no vídeo, e até um tema original, chamado “Emanuel” – escrito em homenagem ao seu filho.

“Houve alturas em que toquei seis músicas. A minha mão direita estava um pouco fraca, porque era o lado onde estavam a operar, por isso fui parando para descansar. Fui tocando músicas e falando com [os médicos]”, disse Dias ao “G1”.


A certa altura os médicos pediram até um “bis” de um dos temas brasileiros.

“Os médicos pediram para eu repetir a música “Telefone mudo” duas vezes. Então até houve um bis", brincou.

Dado o risco de danos permanentes que podem ocorrer de uma cirurgia num local tão delicado como é o cérebro, ter o paciente acordado é importante. Este género de operação permite o mapeamento do cérebro e assim evitar lesões na fala e coordenação motora.

“As áreas com funções especiais podem ser monitoradas em tempo real. Assim, são menores as hipóteses de lesão”, explicou o anestesista, Jean Abreu Machado. “É um grande desafio para toda a equipa”.


A cirurgia decorreu na última quinta-feira, no hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, Estado de Santa Catarina, o único do Estado que realiza este género de operação. 

Anthony Dias, que tocou guitarra profissionalmente durante 20 anos, descobriu o tumor há alguns meses quando na mesma semana começou a ter gaguejos e durante uma conversa foi incapaz de dizer o nome do seu carro a um familiar.

A cirurgia correu bem e os médicos foram capazes de remover 90% do tumor. Anthony deverá receber alta ainda esta quarta-feira.